Como resolver questões dissertativas em concursos públicos?

Ao estudar com questões para concursos é muito importante que você se prepare também para as perguntas dissertativas, uma das maneiras de estudar é assistindo vídeo aula para concurso.

Mas o que você deve fazer primeiro? Comece fazendo uma leitura atenta do enunciado para não cair no erro de fazer um bom texto, mas que não atende ao que foi pedido na questão. Quando você faz uma boa leitura suas chances de acertar ao responder questões para concursos será muito maior. Se tiver tempo leia no mínimo duas vezes antes de iniciar seu texto.

A segunda dica é: faça anotações à margem descrevendo o que a proposta pede, pequenas ideias que surgirem para você organizar, informações que você já sabe sobre o tema, ou seja, os fatos conhecidos que irão subsidiar seu argumento ao realizar seu texto.

Como terceiro ponto, podemos citar o rascunho. Ele é importante? Deve ser feito? Sim! Ele é indispensável para validar suas ideias antes de repassá-las ao local definitivo da prova. Depois de ler atentamente e fazer suas anotações, o rascunho te ajudará a dar forma ao conteúdo necessário para resposta correta da questão.

No quarto ponto, temos o planejamento do texto. Esta etapa é importantíssima para ajudar na estimulação do seu cérebro na produção de um texto. Fique atento ao vocabulário, identifique as palavras que você não conhece e busque uma contextualização para elas. Faça uma lista das principais ideias para depois transformá-la em um texto.

Por fim, é muito importante também que você não deixe esses três obstáculos atrapalharem sua prova discursiva: nervosismo, ansiedade e insegurança.

No caso do nervosismo a palavra de ordem é: tenha calma! Quando se der conta dos primeiros sinais de desespero, pare tudo o que estiver fazendo e respire profundamente por alguns minutos. Não adianta nada querer continuar suas atividades sem recompor a calma. Ela é de suma importância para que você consiga se concentrar ao responder questões.

Já com relação a ansiedade, mesmo estando em dúvida sobre a resposta a uma questão dissertativa, muitas vezes você acaba sendo guiado pela tensão do momento e pela ânsia de responder logo e passar para a questão seguinte. Não faça isso! Como já dissemos anteriormente, a leitura dos enunciados deve ser feita com muita atenção.

Por fim, sobre a insegurança ao responder questões dissertativas, na pressa de escrever tudo o que sabe, para não esquecer nenhum tópico, recomendamos que você, pare e respire! Escreva uma lista com as principais ideias que pretende utilizar. Isto te dará segurança para não esquecer nada do que pretende usar no seu texto final.

Como dissemos no início do texto, uma boa opção para te ajudar neste caso são os cursos online para concursos públicos. Com eles você pode assistir uma vídeo aula para concurso e se sentir mais preparado antes de realizar uma nova prova.  É muito importante que você esteja seguro respondendo questões para concursos, e com o auxílio de profissionais especializados com certeza seu desempenho será muito melhor.

Quando posso prestar o Exame de Suficiência do CFC/CRC?

O Exame de Suficiência, também conhecido como Exame do CFC ou Exame do CRC, é obrigatório para todos os bacharéis em Ciências Contábeis. A obrigatoriedade passou a ser válida para formados após junho de 2010. Mas, além dos formados, o Exame de Suficiência também pode ser feito por alunos que estejam no último ano do curso de bacharelado. Essa é uma boa prática, pois você já terá aprendido a maior parte do conhecimento exigido na prova e conseguirá sair do curso preparado para o mercado de trabalho.

Para se inscrever no Exame de Suficiência é preciso pagar a taxa de inscrição. Levando em consideração o último edital do Exame de Suficiência a taxa é de R$ 110,00. Mas o candidato pode pedir isenção só precisa respeitar os termos e prazos descritos no edital da edição do exame que tem interesse. A prova possui cinquenta questões objetivas, com quatro opções de respostas (A, B, C e D), sendo apenas uma correta. Para ser considerado aprovado, é preciso acertar no mínimo vinte e cinco questões do Exame de Suficiência.

Preparação para o Exame de Suficiência

Como já mencionamos anteriormente, o estudante do último ano pode fazer o exame. Mas o que ele não pode é acreditar que o conteúdo aprendido em sala de aula é o suficiente para garantir a aprovação no Exame de Suficiência. É que para ser aprovado é preciso fazer um estudo direcionado e contar com a experiência de professores, e isso só um curso exame CFC pode proporcionar. Em outras palavras, não adianta saber o conteúdo, mas como ele será cobrado. O curso exame CFC deve ser escolhido com base na qualidade de ensino e na presença de questões para testar os conhecimentos. Vale também, conferir a opinião de quem já estudou com esse mesmo curso exame CFC, afinal o marketing boca a boca a boca é o melhor e mais eficaz.

Se você não tem tempo a perder, porque divide suas horas com estudo, trabalho e tantas outras responsabilidades, precisa contar com um curso exame CFC com videoaulas. Essa é a forma mais dinâmica e rápida de aprender. Isso acontece porque você não fica lendo por horas uma apostila monótona, mas aprende o tema em uma videoaula de trinta minutos. Afinal, um professor tem muito mais experiência que você, já que a sua intenção é fazer apenas uma vez o exame, e o professor realizou a prova milhares de vezes por intermédio de outros alunos.

Além do curso exame CFC, outra ação que te faz chegar mais longe e ser aprovado é responder questões de exames anteriores. Assim, você conhece o estilo de cobrança da banca, fixa o conhecimento com base nos seus próprios erros e acertos e diminui o nervosismo, já que pode simular o grande dia. Por falar em simular, também vale imprimir a última prova do Exame de Suficiência e resolver. Mas é preciso fazer como se fosse o dia oficial de prova, então fique em um lugar mais isolado, cronometre o tempo e passe as respostas para o gabarito. Assim, saberá quanto tempo leva para completar o ciclo completo do teste.