Queda de Cabelo: Remédios e Como Prevenir Este Problema

A saúde do cabelo depende de diversos fatores, incluindo genética, doenças, alimentação e rotina. Conforme as pessoas vão envelhecendo, é normal começar a perder o volume e a espessura do cabelo.

Porém, em alguns casos, a queda e o enfraquecimento do cabelo está muito relacionado à alimentação, ou seja, falta de nutrientes no corpo, que causa a queda hereditária dos fios.

Isso pode não ser o seu caso, mas esse problema pode afetar a saúde mental e a autoestima de muitas pessoas.

Mas, neste artigo iremos falar sobre a causa do enfraquecimento do cabelo, cuidados necessários e remédios para experimentar como tratamento. Acompanhe!

Causas da queda de cabelo

Existe um grau normal da queda de cabelo, por exemplo, conforme as pessoas vão envelhecendo, o cabelo começa a perder o volume e a força naturalmente.

Estudos apontam que perder entre 50 a 100 fios de cabelo por dia é normal. Porém, o cabelo novo cresce novamente a partir dos mesmos folículos capilares.

No entanto, com o tempo alguns folículos param de produzir cabelo e os fios começam a ficar mais finos, além de começar a perder a cor.

Dessa forma, são inúmeras as causas da queda de cabelo, além de condições naturais, como:

  1. Gravidez;
  2. Depressão;
  3. Estresse e ansiedade;
  4. Alopecia androgenética;
  5. Alopecia areata;
  6. Desnutrição e deficiência de nutrientes.

Em todos esses casos é possível fazer tratamentos com remédios para o cabelo voltar a crescer normalmente.

Remédios para queda de cabelo

As pessoas tendem a tomar ou aplicar medicamentos para tratar a queda de cabelo, tanto para algum problema ou até mesmo para fortalecer os fios, como:

  • Minoxidil: este medicamento é para aplicar diretamente no couro cabeludo nas partes mais ralas, ele tem tratamentos de 2 a 5%, isso depende da recomendação do seu médico;
  • Alfaestradiol: é indicada para tratamentos de alopécia androgenética em homens e mulheres, é recomendado aplicar uma vez durante a noite e fazer movimentos leves para um melhor resultado;
  • Espironolactona: geralmente este medicamento é indicado como tratamento da alopécia para mulheres, para potencializar o crescimento do cabelo. É recomendado tomar doses de 50 a 300mg, isso depende da recomendação médica.

Suplementos naturais

Para potencializar os resultados, você também pode usar suplementos naturais, pois além de ajudar na queda, tem inúmeros benefícios para a saúde. Esses suplementos são:

  • Biotina: ele é um suplemento que supre as necessidades de vitaminas e minerais no organismo. Sendo assim, ele estimula o crescimento do cabelo, prevenindo a queda. A sua dosagem varia entre 30 a 100mcg, por isso é necessário consultar um médico;
  • Feno Grego: é um composto que contém proteínas e ácidos nicotínicos que estimula o crescimento do cabelo, além de melhorar a oleosidade excessiva, combater a caspa e previne a queda. A dosagem pode variar dependendo do caso;
  • Ômega 3: ele é um excelente ácido graxo para a saúde das células do couro cabeludo. Ele é essencial para uma boa saúde dos fios, além de equilibrar os hormônios para manter a força e a beleza dos cabelos;
  • Complexo B: essa vitamina retarda e previne a queda de cabelo, pois melhora a circulação sanguínea. Além disso, ele também favorece a queratina dos fios reduzindo o aparecimento de cabelos brancos;
  • Ferro: o uso deste suplemento é fundamental para a perda de cabelo, pois é ele que transporta o oxigênio para os folículos capilares. Contando que a deficiência de ferro no organismo pode causar anemia e queda dos fios.

Como prevenir este problema?

Existem diversas formas e cuidados que devemos ter com a saúde do cabelo, como ter uma dieta nutritiva, manter os níveis de estresse baixos e evitar tomar remédios que causam a perda de cabelo.

Mas, também é necessário mudar alguns hábitos e evitar algumas atitudes para prevenir este problema, como:

  1. Evitar lavar os cabelos todos os dias;
  2. Não lavar os cabelos na água quente;
  3. Evitar fazer procedimentos químicos;
  4. Ter uma dieta rica em nutrientes e proteínas;
  5. Não prendê-los todos os dias, para evitar a quebra;
  6. Evitar passar produtos de modelagem, como chapinha;
  7. Nunca dormir com o cabelo molhado ou úmido.

Esses são alguns hábitos que você deve evitar, para que não haja a perda e quebra de cabelos, e também não causar fungos e bactérias no couro cabeludo, que podem levar até mesmo a alguma doença.

Gostou de saber um pouco mais sobre os cuidados que se deve ter com os cabelos? Então, deixe o seu comentário abaixo e compartilhe com os amigos.