Ministro da educação diz que “não vai fazer nada pelo FIES”

O Ministério da Educação do Brasil prometeu cortar subsídios a um programa federal de empréstimo estudantil conhecido como Sie, já que o governo busca torná-lo fiscalmente sustentável a longo prazo.

Cortes no FIES

O governo reduzirá o limite máximo dos empréstimos do Sie para 30.000 reais (us$9.635) por estudante por semestre, abaixo dos 42.000 reais, disse o Ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, em um comunicado com Mansueto de Almeida Junior, Secretário de Assuntos Econômicos do Ministério das Finanças.

O orçamento anual para o programa Fies é de 20 bilhões de reais (us$6,42 bilhões), disseram as autoridades.

No entanto, o” custo fiscal ” associado às Sie é de 9 bilhões de reais por ano, ou quase metade do montante orçamentado, representando custos incorridos com taxas de juros subsidiadas e perdas relacionadas com a delinquência, disseram as autoridades.O governo estima que cerca de 30 por cento dos estudantes tenham faltado aos empréstimos das Sie.

Esse nível poderia ser ainda maior quando os alunos matriculados em 2014, quando o número de Contratos do Sie chegou a 731 mil contratos, só começarão a pagar seus empréstimos em 2018, disseram as autoridades em uma coletiva de imprensa em Brasília.

Atualmente, existem 2,5 milhões de contratos de Sie ativos, de acordo com dados do Ministério da Educação.

Segundo as autoridades, o Ministério da Educação prometeu oferecer cerca de 150 mil novos contratos de Sie para estudantes matriculados no primeiro semestre de 2017. Isso é aproximadamente o mesmo que no primeiro semestre de 2016, disseram eles.

“Isso é uma má notícia para o setor”, disse um executivo de uma das empresas brasileiras de educação com fins lucrativos, que está preocupado que o governo não cumpra seu objetivo de estender 150 mil novos empréstimos.

Empresas de educação que financiam FIES pedem para amenizar cortes

As empresas brasileiras de educação com fins lucrativos estão pedindo aos legisladores para amenizar os cortes e restrições planejados em um programa governamental para subsídios de empréstimo estudantil que tem ajudado a aumentar o déficit do orçamento federal nos últimos anos.

O governo tinha atrasado a apresentação de um plano formal para o programa Fies, alimentando a incerteza sobre o destino dos subsídios estatais para empréstimos estudantis, por isso, quem for fazer a inscrição no fies2020.online esse ano pode apresentar mais dificuldades.

O programa será renovado?

Outros grupos se perguntam se o governo será capaz de renovar o programa antes do final do ano, o que poderia atrasar as inscrições para o próximo ano escolar. Em julho, o Ministro da Educação, José Mendonça Filho, anunciou uma primeira fase da revisão do Sie, na qual o governo transferirá algum risco de crédito para faculdades do setor privado.

Não está claro como serão as tartes no próximo ano. Em 2018, os brasileiros elegerão um novo presidente e substituirão parte do Congresso, fazendo das Fies uma questão de botão quente.

Ao contrário de outros países com programas semelhantes, O Tesouro Nacional do Brasil suportou o peso do risco de inadimplência dos estudantes, custando aos contribuintes cerca de 32 bilhões de reais (us$10,2 bilhões) no ano passado. Isso foi 11 vezes maior do que em 2011, estimativas do governo divulgados em julho mostrou.

Investidores em empresas cotadas como a Kroton Educacional SA e o Estácio Participações SA utilizam Sie para atrair mais estudantes. Sua dependência do programa aumentou nos últimos anos, uma vez que se tornou uma importante fonte de sua receita.

Os lobistas propuseram mais de 280 alterações a um projeto de lei regulamentando Sie, disse uma pessoa com conhecimento direto da questão. Eles vão desde a inclusão de licenças no programa até a utilização de depósitos obrigatórios e outros fundos para financiar subsídios.

As taxas de inadimplência sob a estrutura anterior das Sie aproximaram-se de 47 por cento no final do ano passado, em comparação com uma meta do governo de 10 por cento, de acordo com estimativas do governo.

Desde a sua criação em 1999, o Sie contraiu mais de 2,3 milhões de empréstimos bonificados.

O governo pretende oferecer pelo menos 300.000 contratos de empréstimo Sie por ano a partir de 2018, de acordo com as novas regras, e não irá remover totalmente os subsídios. Até 100.000 empréstimos terão juros zero.

Este ano, cerca de 225 mil contratos de empréstimo serão oferecidos através de Sie.

Cartão de Confirmação e Tudo que Você Precisa Saber Para o Enem 2019

O Enem 2019 será realizado para avaliar o desempenho dos estudantes e ajudar os participantes numa autoavaliação, conseguindo acesso ao ensino superior com o auxílio do Sisu, Prouni, instituições portuguesas, além da possibilidade de financiamentos como o Fies, o Prouni, incluindo também o desenvolvimento de estudantes e indicadores educacionais.

As provas serão objetivas, com 45 perguntas cada nas áreas:

  • Linguagens, códigos e suas tecnologias;
  • Ciências humanas e suas tecnologias;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias;
  • Matemática e suas tecnologias;
  • Redação.

Para a redação, o texto precisa conter no mínimo 30 linhas, devendo ser dissertativo-argumentativo, de acordo com a situação problema. Este ano, devido a mudanças na inscrição, a foto fica sendo opção do participante.

É importante saber ainda que:

  • Lanches levados serão revistados;
  • Pessoas com deficiência poderão fazer uso de aparelhos auditivos ou implantes;
  • Serão eliminados os participantes que deixarem aparelhos eletrônicos ligados emitindo sons.

O mais esperado no Enem 2019 é o resultado, por isso, o candidato deverá ficar esperto com as datas em que forem divulgados os resultados, sendo que as notas individuais serão reveladas por partes do conhecimento.

Então, é crucial ter os documentos em mãos. Participantes que farão o exame para treinar, obterão os resultados 60 dias depois das notas individuais.

Com o resultado do Enem 2019, os estudantes interessados poderão utilizar a nota alcançada para conseguir uma vaga no ensino superior. No Brasil e em outros países como em Portugal, onde existem programas governamentais de financiamento que dão apoio a universitários.

Lembrando que programas que usam a nota do Enem são: Sisu, Prouni, Fies e Convênio com Instituições Portuguesas.

O Inep colocou em seu site desde a quarta-feira (16/10) o acesso ao cartão de certificação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, com os horários e locais das provas. Para consultar o documento, é preciso digitar o CPF e a senha definida na inscrição numa página destinada aos participantes.

Desde então, foram feitas muitas consultas aos locais de prova em poucas horas de divulgação, avisou o Inep em seu informe. Os exames vão acontecer nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos seguidos em 1.727 municípios.

Em 2019, o número de candidatos inscritos gira em torno de 5 milhões. Os locais de prova serão abertos a partir do 12h00min, horário de Brasília, e fecharão às 13h00min, lembrando que não haverá horário de verão este ano.

O cartão de confirmação é o documento que garante a inscrição no Enem, e mostra mais particularidades sobre as provas. Trazendo o endereço dos locais do exame, além de registrar a sala em que será a prova.

Desse modo, para ter acesso ao cartão da prova é necessário entrar na internet. O cartão estará disponível com todas as informações no site do MEC destinado ao Enem.

A consulta pelo site é restrita a cada candidato, isso quer dizer que os dados inseridos são pessoais e a senha para consultar o local de provas não pode ser revelada.

Não é necessária a apresentação do cartão de confirmação no dia da prova segundo o Inep, instituto incumbido de aplicar o exame.

Porém, os organizadores aconselham os candidatos a imprimirem e levarem o cartão de confirmação, pois ele simplificará na hora do acesso as informações e evitará bagunça com os lo

Cursinhos que mais aprovam na OAB

O Exame OAB é a prova pela qual todo bacharel ou estudante do último ano do curso de Direito precisa passar para ter a carteirinha da OAB e o registro no órgão, necessário para exercer a profissão de advogado no Brasil.

O Exame da OAB é composto por uma prova em duas etapas. A prova é elaborada pela Fundação Getúlio Vargas, FGV, e acontece, em média, duas vezes ao ano. O exame também é conhecido por ser um dos mais disputados e pelas altas taxas de reprovação apresentadas nos últimos anos entre os candidatos.

E se você quer fazer parte da lista de aprovados do próximo exame, precisa começar agora a sua preparação e realizar o sonho de ter em mãos a carteirinha da OAB que todo bacharel e estudante de direito deseja desde o início da graduação.

Como já dissemos, o Exame não é fácil, e para ser aprovado nas duas fases, você não pode perder tempo estudando conteúdos que não são cobrados ou passando horas pesquisando os assuntos em apostilas.

Qual a melhor forma de estudar para o Exame OAB?

Sem dúvidas, os cursos online são as melhores opções para quem está se preparando para a prova. Já imaginou que prático estudar sem a necessidade de pilhas de apostilas, com muito mais agilidade? Com o curso online exame OAB do Aprova Concursos, você não precisa se preocupar com nada, as aulas já estão preparadas em formato de plano de estudos, organizadas de forma que você só precisa dar o play e assistir o conteúdo mais importante primeiro.

No curso exame OAB do Aprova Concursos, o candidato tem a disposição videoaulas com todas as disciplinas cobradas na primeira etapa. As 80 questões de múltipla escolha são baseadas em todo conteúdo das disciplinas estudadas durante a graduação em Direito. Para ser aprovado e passar para a segunda fase, o candidato precisa acertar 50% da prova, ou seja, 40 questões.

Mas a preparação não para por aí! Os candidatos aprovados nessa primeira fase também podem se preparar para a segunda etapa, que é composta pela elaboração de uma peça profissional e a resolução de quatro questões discursivas. Nessa etapa, cada candidato pode optar por um assunto, entre eles: de Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal e Direito Tributário.

Uma boa dica para quem quer se sair bem e passar de primeira, é treinar com questões dos Exames anteriores. Dessa forma você consegue estabelecer um tempo para solucionar cada questão, se familiarizar com o estilo da prova elaborada pela FGV e fixar os conhecimentos sobre os assuntos. Com os cursos do Aprova, você tem acesso a mais de 1500 questões oficiais com videoaulas de resolução.

Em resumo, no Aprova Concursos você encontra os melhores conteúdos, com videoaulas preparadas para te ensinar tudo o que realmente cai na prova, e te deixar mais confiante e realmente preparado para a aprovação que vai te deixar a um passo da sua tão sonhada Carteirinha da OAB em mãos.

Suplementos emagrecedores funcionam? Em qual apostar?

Tomar suplementos não é nada sexy.  Afinal, ao incluir esse tipo de medicamento na sua rotina a sua foto não será partilhada milhares de vezes nas redes sociais. Mas sabes o que mais? Funciona muito bem, apesar das grandes críticas.

Não faltam produtos de perda de gordura que afirmam ter a ciência do seu lado. Você vai ver estudos não editados mencionados, e a publicidade de marketing de certas “misturas proprietárias “pode intrigar até mesmo o crítico mais duro para se perguntar,” talvez eu deva dar isso uma tentativa.”

Mas aqui está o problema: quando se trata de pesquisas há uma grande diferença entre “estatisticamente significante” e realmente faz a diferença. Será que tem algum que REALMENTE presta?

Sim, eles existe. O caso mais famoso é do Womax, que recém-chegado ao Brasil também se apoia em pesquisas científicas, mas o que convence mesmo são os depoimentos dos usuários que juram que a fórmula 100% natural funciona mesmo. Basta dar um pesquisar pelo Womax no reclame aqui que você vai entender do que estou falando.

Mas é claro que, como nenhum suplemento, não há mágicas. O que é importante é saber aliar o uso do womax emagrecedor com outras técnicas comprovadas de emagrecimento, tal como fazer uma dieta e praticar exercícios.

<< Veja aqui o que fazer o que não fazer para emagrecer >>

Funciona mesmo? Como?

Compramos aquilo em que queremos acreditar. Cedemos à esperança de gratificação instantânea. E continuamos a gastar dinheiro na última coisa que nos ajudará a perder peso.

Quando se trata de selecionar um suplemento de perda de gordura lembre-se disso: nenhum deles são mágicos. Nenhum comprimido, pó ou poção te vai tirar da gordura corporal e fazer com que pareças um modelo de capa. Não vai acontecer. Então vá com os olhos bem abertos: estes produtos não são projetados para spark ou criar perda de peso eficaz.

Em vez disso, são aids que podem amplificar o que você está fazendo no lado do exercício e da dieta. E não se esqueça da parte da equação sobre consistência e paciência; eles ainda se aplicam mesmo quando você gasta alguns dólares extras para alcançar o corpo que você quer.

Para entender o que funciona (e o que não para a perda de gordura), eu consultei com a equipe no blog da Sarah Marques para saber mais detalhes sobre a bula do Womax e também sites de pesquisa de universidade para saber sobre os estudos científicos.

Plano de Emagrecimento – O que fazer e o que não fazer

Com a percentagem de pessoas obesas e com excesso de peso a subir no mundo, a necessidade de as pessoas perderem peso e manterem um peso saudável está a aumentar.

Enquanto muitas dietas diferentes existem de baixo teor de gordura para baixo teor de carboidratos, perder peso e mantê-lo fora por um longo tempo envolve mudar sua mentalidade e hábitos quando se trata de alimentos e Exercício. Mudanças de longo prazo encorajando você a comer menos calorias e exercício mais é a maneira mais saudável de alcançar a perda de peso a longo prazo.

Quer perder peso de uma forma saudável? Vamos delinear os passos de fazer e não fazer dos seguintes 3 passos de perda de peso:

  • Definir um objectivo alcançável definido;
  • Coma menos;
  • Exercitar ou aumentar o seu nível de atividade sem estabelecer objetivos, é provável que perca o foco e disciplina nas suas metas de perda de peso.

Fazer:

  • Definir um objetivo de longo prazo como perder 30 libras sobre 6 meses (24 semanas). Não tens a certeza do alvo a definir? Tente a nossa calculadora de perda de peso;
  • Definir metas menores como perder 2 libras por semana;
  • Definir objetivos definidos como correr 20 minutos por dia;
  • Defina uma chamada de atenção no seu telemóvel e calendário para cumprir os seus objetivos;
  • Compartilhe seus objetivos com amigos e família de apoio, acompanhe e compartilhe seu progresso também!
  • Não metas impossíveis como perder 30 libras numa semana;
  • Não caias em dias de batota;
  • Não desistas porque perdes um dia, perdoa-te e segue o teu plano.

Comendo corretamente e mudando de vida

Os alimentos que você come podem afetar sua saúde e o risco de certas doenças. Para comer alimentos mais saudáveis, talvez seja necessário alterar alguns dos seus hábitos diários. Você também pode precisar alterar algumas coisas em seu ambiente. Seu ambiente inclui tudo ao seu redor, como sua casa ou o lugar onde você trabalha.

Você não precisa fazer grandes mudanças para comer mais saudável. E você não precisa mudar seus hábitos ao mesmo tempo. É melhor definir metas pequenas e mudar seus hábitos um pouco por vez. Com o tempo, pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença na sua saúde. Ou você também pode comprar Q48 e emagrecer rapidamente.

Comendo corretamente e mudando de vida

Esta informação irá ajudá-lo a fazer mudanças úteis para uma alimentação saudável.

Mudar seus hábitos alimentares e seu ambiente pode ajudá-lo a ingerir alimentos mais saudáveis.

Uma dieta saudável é boa para sua saúde geral. Também pode ajudá-lo a alcançar um peso saudável e permanecer lá.

Para melhorar seus hábitos alimentares, é melhor fazer pequenas mudanças no estilo de vida que você pode continuar fazendo ao longo do tempo.

Como você pode mudar seus hábitos alimentares?

Para comer uma dieta saudável, você pode precisar fazer algumas alterações. Lembre-se que você pode mudar seus hábitos alimentares um pouco de cada vez. Pequenas mudanças são mais fáceis de fazer e podem levar a uma melhor saúde.

Aqui estão algumas maneiras de fazer mudanças saudáveis ​​em seus hábitos alimentares:

Mantenha mais frutas, produtos lácteos com baixo teor de gordura (leite com baixo teor de gordura e iogurte com baixo teor de gordura), vegetais e alimentos integrais em casa e no trabalho. Concentre-se em adicionar alimentos saudáveis ​​à sua dieta, em vez de apenas levar alimentos não saudáveis.

Tente comer uma refeição em família todos os dias na cozinha ou na mesa de jantar. Isso ajudará você a se concentrar em comer refeições saudáveis.

Compre um livro de receitas saudáveis ​​e cozinhe para você. Mastigue chiclete quando cozinhar para não ficar tentado a comer os ingredientes.

Prepare um almoço e lanches saudáveis ​​para o trabalho. Isso permite que você tenha mais controle sobre o que come.

Coloque seus lanches em um prato em vez de comer do pacote. Isso ajuda você a controlar o quanto você come.

Não pule ou adie as refeições, e não se esqueça de agendar seus lanches. Se você ignorar seus sentimentos de fome, pode acabar comendo demais ou escolhendo um lanche não saudável. Se você costuma sentir muita fome, isso pode fazer com que você se concentre muito em comida.

Coma suas refeições com outras pessoas quando puder. Relaxe e aproveite suas refeições e não coma muito rápido. Tente tornar a alimentação saudável um prazer, não uma tarefa árdua.

Beba água em vez de bebidas com alto teor de açúcar (incluindo bebidas com alto teor de açúcar).

 

Como comer direito e se tornar um novo você

A melhor coisa que fiz para mudar minha vida foi aprender a comer corretamente.

A alimentação saudável é essencial para uma vida feliz, mais simples e menos estressante. A linha inferior é que você é realmente o que você come – ingerir alimentos de melhor qualidade significa que você se sente melhor em geral.

A parte infeliz de tentar comer saudável é incrivelmente difícil de começar. Isso requer uma mudança de mentalidade, estilo de vida e melhores hábitos. E todos nós sabemos que velhos hábitos são difíceis de morrer.

Não é fácil saber comer direito.

O pior é que as empresas de saúde e condicionamento físico inundam o mercado com sobrecarga de informações.

Faça isso, faça isso. Café é bom pra você. Opa, não, não é. Eles vão colocar qualquer coisa lá fora que chame a atenção ou faça você comprar o produto deles. Muito poucos estão no negócio para legitimamente cuidar de sua saúde.

A quantidade de informações incorretas e ruins é totalmente assustadora.

Mesmo depois de capinar as coisas ruins, onde você deveria começar? Há Atkins, baixo teor de gordura, baixo carboidrato, vegetariano, vegano, mediterrâneo, Paleo, cru, totalmente cru, e … acho que você entendeu.

A maioria das pessoas acha que essas dietas são sua única escolha. Escolha um e seja infeliz por alguns meses, mas pelo menos você pode perder alguns quilos! É total BS. Essas dietas se concentram em comer principalmente isto ou aquilo, enquanto demonizam certos alimentos. Em uma dieta pobre em carboidratos, mas pensando em comer arroz branco? Como você ousa!

Provavelmente vou irritar algumas pessoas com este guia, mas sinto-me obrigado a lhe dizer que existe outro caminho. Você não tem que ir na montanha-russa da dieta da moda .

Se você aprender alguns princípios-chave e desenvolver alguns hábitos alimentares melhores, poderá aprender a se alimentar corretamente e a se abrir para uma vida muito mais agradável.

Você aprenderá que pode comer pizza, perder peso e ainda ser considerado um comedor “saudável”.

Então, o que exatamente é uma alimentação saudável e o que você precisa saber?

Devo dizer agora que não sou médico, nem sou nutricionista certificada. O que eu sou é um cara que recebeu muitas informações ruins e boas ao longo dos anos que espero entregar de uma forma significativa e útil para você.

 

Como funciona uma usina hidrelétrica e qual a sua estrutura interna

As usinas hidrelétricas combinam duas energias renováveis ​​em um único lugar, porque por meio da força da água, isto é, da energia hidráulica, obtém-se energia elétrica. Atualmente, esses tipos de usinas de energia são os mais difundidos no mundo, razão pela qual a energia hidrelétrica é a energia renovável mais utilizada, representando 65% delas. Hoje, 16% da energia elétrica mundial é proveniente da ação de usinas hidrelétricas.

Tipos de usinas hidrelétricas

Antes de explicar como funciona uma usina hidrelétrica e quais são suas partes, é necessário conhecer os diferentes tipos de usinas que existem.

De acordo com o estado da água utilizada uma central hidroeléctrica pode ser de água que flui , utilizando para a sua tarefa na força natural de um rio para gerar electricidade, ou reservatório , que requerem tubos de alta pressão para a energia hidráulica de água em repouso. Estes últimos são mais caros que os primeiros, mas ao mesmo tempo mais úteis, uma vez que a energia pode ser obtida ao longo do ano, tornando-o o modelo de usina hidrelétrica mais utilizado.

Outra maneira de distinguir entre uma usina hidrelétrica e outra é de acordo com a altura da queda da água . Quando tem uma altura de mais de 200 metros de queda, é considerada uma usina de alta pressão. Os metros de altura em que a água pode ser obtida podem ser reduzidos a 4 considerando estas plantas como muito baixa pressão e sendo equipadas com o melhor equipamento técnico para alcançar os mesmos resultados que os outros.

Deve-se notar as usinas de energia das marés , isto é, aquelas que usam a força das ondas e das marés para gerar energia. Este tipo de usina hidrelétrica ainda não é altamente pesquisada ou utilizada e parte da culpa tem seu alto custo econômico de construção e manutenção em proporção ao nível de energia gerada, que em muitos casos não é superior a outros tipos de usinas renovável

Partes de uma usina hidrelétrica

Para explicar as partes de uma usina hidrelétrica, vamos nos concentrar nas plantas cuja água está em um reservatório.

Tais plantas são compostos por um reservatório (1), onde a água é retida por uma barragem (2), uma conduta forçada (3) que conduz a água para a sala de motor compreendendo uma turbina (4), um gerador eléctrico (5) e subsequentemente um transformador por meio do qual toda a potência hidráulica é transformada em energia utilizável e será transportada através da rede elétrica (6).

Como funciona uma usina hidrelétrica

A água localizada em um reservatório e retida pela barragem acessa uma turbina por meio de tubos de alta pressão forçada nos quais a água adquire uma grande velocidade que será posteriormente transformada em energia.

Na sala de turbinas, normalmente localizada no subsolo, é onde a água atinge sua velocidade máxima graças a um movimento rotacional. Este elemento é o principal de uma central hidroeléctrica e também o mais conhecido desde que muitas centrais eléctricas são chamadas ou foram chamadas dependendo do tipo de turbina utilizada (Kaplan, Helix, Pelton, Francis etc). Essa máquina transfere a energia obtida pela força da água para um gerador elétrico que, como o próprio nome sugere, será responsável por transformá-la em energia elétrica.

Viagens de eletricidade já transformadas de geradores a transformadores nos quais a tensão dos mesmos sobe para ser utilizada e transportada por meio da rede elétrica.

As 10 maiores usinas hidrelétricas da Espanha

A Espanha produz e fornece energia hidrelétrica há mais de cem anos, sendo esta a mais explorada em nosso país.

A Espanha possui mais de 800 usinas hidrelétricas , das quais 20 delas representam 50% do total. Hoje apresentamos uma lista das dez maiores usinas encomendadas de acordo com a energia gerada, das quais seis são de propriedade da Iberdrola e três da Endesa.

10. Central de energia de Mequinenza , 324 MW. Propriedade de Endesa. Localizado no rio Ebro, uma vez que passa por Zarzagoza.

9. Central de Aguayo , 360 MW. Propriedade da Viesgo, a única da lista que não pertence às duas maiores empresas de eletricidade do país. Localizado na Cantábria.

8. Central de Tejo da Encantada , 360 MW. Propriedade de Endesa. É uma planta reversível, o que significa que, além de transformar a força da água em eletricidade, você também pode usar energia elétrica para movimentar a água.

7. Central de Estany-Gento Sallente , 468 MW. Propriedade de Endesa. Também do tipo reversível e com quatro turbinas Francis.

6. Central de Cedillo , 500 MW. Propriedade da Iberdrola. Localizada na junção do rio Tejo com seu afluente Sever, na fronteira com Portugal.

5. Central de Saucelle , 520 MW. Propriedade da Iberdrola. Usa a água do rio Douro quando passa por Salamanca.

4. Central de Cortes-La Muela , 630 MW. Propriedade da Iberdrola. Localizada em Valência, é a maior estação de bombeamento da Europa.

3. Central de Villarino, 857 MW. Propriedade da Iberdrola. Esta planta tem uma cachoeira de mais de quatrocentos metros de altura.

2. Usina José María de Oriol, Alcántara , 957 MW. Propriedade da Iberdrola. Seu reservatório é o segundo maior da Espanha e o quarto da Europa.

1. Central de Aldeadávila , 1.243 MW. Propriedade da Iberdrola. Na verdade, são duas usinas hidrelétricas localizadas na cidade de Aldeadávila, em Salamanca. Um deles instalou cerca de 440 MW enquanto o outro atinge 800 MW.

Como funciona a energia eolica? Vale a pena investir?

A energia eólica é a energia que obtemos graças ao vento. Este recurso é atualmente usado para gerar eletricidade, mas anteriormente era usado na navegação, para moer grãos e extrair água de poços.

Como funciona

A energia eólica, no momento, serve para transformar o vento em eletricidade. Isto graças a turbinas eólicas, grandes moinhos entre 40 e 50 metros de altitude e com propulsores de até 23 metros de diâmetro. 
A força do vento faz com que a hélice da turbina eólica se mova, o que, graças ao rotor de um gerador, converte essa força em energia elétrica. Nas costas, um cata-vento o orienta para saber de onde vem o vento. Essas grandes máquinas são agrupadas nos chamados parques eólicos.

As turbinas eólicas, para que possam funcionar, têm que receber um vento de pelo menos 15km / h. 
Turbinas eólicas são geralmente localizadas em terra, embora nos países do Norte também existam turbinas eólicas no mar. Estes últimos são chamados de turbinas eólicas offshore.

Energia eólica na Espanha

A Espanha, neste último ano, foi o segundo país que mais energia eólica produziu (11.615 MW), à frente dos Estados Unidos. A Espanha é constituída por 438 parques eólicos, distribuídos pelas diferentes comunidades autónomas. comunidades MW produzir mais são Galicia (22,41% da energia eólica em Espanha), Castilla-La Mancha (19,9%), Castilla y León (18,25%) e Aragão (13,33%). Madrid, Extremadura e Cantábria não possuem parques eólicos.

Energia eólica na França.

A França é o décimo país que mais produz energia eólica no mundo e o nono na Europa em 2005. Em 2006, atingiu 1.567 MW e, em 2010, espera produzir 10.000 MW. 
As três regiões mais produtivas são o Centro (244 MW), o Languedoc-Rousillon (215 MW) e o Bretagne (169 MW).

VANTAGENS

  • Quando começaram a instalar parques eólicos, os locais escolhidos coincidiram com as rotas das aves migratórias. A mortalidade das aves parece ser muito baixa (embora, segundo alguns especialistas independentes, seja muito alta). Algumas soluções para isso foram pintar as lâminas com cores marcantes, rastrear as aves por radar e parar as turbinas quando elas passam, ou fazer estudos de impacto das áreas onde o parque eólico será implementado.
  • Viver perto de um parque eólico pode ser muito desagradável para seres humanos e animais, devido a:
  • O ruído causado pelo movimento dos rotores.
  • Efeito disco, aparece quando o sol está por trás dos moinhos e as sombras das lâminas são projetadas regularmente nos jardins e janelas, o que pode ser muito estressante.
  • A presença de operadores nos parques eólicos, em locais antes pouco habitados, afeta a fauna.

DESVANTAGENS

  • Apesar de suas desvantagens, é uma das fontes de energia mais baratas que podem competir com as energias tradicionais, embora a construção de moinhos de vento ainda seja muito cara.
  • É uma energia limpa que não polui a atmosfera, é inesgotável e seu uso desacelera o esgotamento dos combustíveis fósseis.
  • A tecnologia necessária para explorar essa energia é totalmente ajustada.
  • Atualmente, é possível cobrir 30% da demanda de energia da Espanha com parques eólicos.